O que é Kombucha

A ou o kombucha tem seu primeiro relato de produção e consumo na China, em 221 a.C., durante a Dinastia Tsing. Já no Ocidente durante as décadas de 1960 e 1970 a bebida tomou proporções globais, quando os hippies adeptos de práticas nutricionais naturais difundiram o uso do chá fermentado e gaseificado naturalmente.

SCOBY
S.C.O.B.Y. (Symbiotic Culture Of Bacteria and Yeast). Em português: C.S.D.B.L. (Cultura Simbiótica de Bactérias e Leveduras).

O nome kombucha vem de uma crença ocidental de que a colônia ou  biofilme era na verdade uma alga marinha chamada kombu, e pelo fato de na Índia os chás provindos da Camellia Sinensis serem chamados de chá ou chai. Descobriram depois que a colônia não era a tal alga, mas o nome já havia se popularizado.

A cultura kombucha é uma colônia composta de microrganismos aglomerados em uma massa de celulose parecida com uma panqueca. Tal aglomerado simbiótico recebe o nome em português de zoogleia ou biofilme. Quando a colônia é colocada num recipiente contendo uma mistura de chá com açúcar  transforma o líquido em uma bebida doce e azeda com fragrância frugal muito saborosa que pode fornecer diversos ácidos e nutrientes excelentes para a saúde. A cultura de Kombucha se alimenta do açúcar produzindo ácido glucurônico, ácido acético, ácido glucônico, ácido láctico, vitaminas, aminoácidos, e algumas substâncias antibióticas. Dentre outras substância o álcool de até  0.5% não caracterizando uma bebida alcóolica.

 

 

Fonte: Wikipedia